“Tem tratamento, já tenho ajuda, e aos poucos eu tô melhorando” – Depoimento, Talyta

Oi, meu nome é Talyta e sou mais uma TDAH…

Eu sempre tive problemas com foco e atenção sabe, mas não fui diagnosticada antes pq diziam que era leseira, falta de atenção, má vontade e por aí vai… eu já tinha reparado que eu errava muitos detalhes e confesso não achava muito normal, e me martirizava muito por isso. Hoje, minha área pede concentração total, conseguia pensar em tudo a nível macro mas nos detalhes eu não conseguia, e esses detalhes sempre eram motivos de falhas, e muitas chamadas de atenção.

Sempre fui muito intensa e me achava até dramática, pq eu sabia que eu estava sempre exagerando, tinha e tenho consciência disso, por isso segurava tudo dentro de mim, externamente conseguia controlar, mas internamente eu sentia uma dor no peito sabe pq é tudo muito intenso… sempre vivi altos e baixos, mas conseguia segurar minha onda porque devagar e no meu tempo (que é lento pra digerir situações conflituosas) dava pra resolver os problemas sempre um por vez.

Mas ano passado, fui bombardeada de inúmeros problemas que não me deram sossego, e muitos deles são coisas que eu não tive a oportunidade de decidir pra resolver, são problemas que me foram julgados e eu consegui ir resolvendo até que em outubro do ano passado eu surtei, entrei em depressão e perdi a vontade de viver, de todos os problemas, os contínuos e que sempre tiraram a minha paz foram do meu trabalho, porque lá eu vivenciei inveja, bullyng, termino de namoro, e os erros de processos triplicaram a ponto de chegar a beira de uma demissão por conta de uma falha.

Com isso, minha psicóloga começou a fazer um trabalho de formiguinha comigo, pq eu a procurei quando me vi com depressão, e ninguém, absolutamente ninguém sabia o que realmente estava acontecendo comigo, pq eu não sabia se era só mais um drama meu, e eu não queria causar pena dos outros, e principalmente não queria ouvir: “tem pessoas piores que você” isso fazia eu me sentir muito ruim e não sabia lidar com tudo que estava acontecendo ao mesmo tempo, foi quando fui diagnosticada com TDAH. Não fazia sentido, eu ter tanto conhecimento intelectual e não conseguir produzir, coisas primárias, erros bobos que traziam consequências sérias.

Eu passei a ser chamada de “burra”, incompetente, e quando fui promovida, foi uma confusão no meu setor pq sempre precisei de ajudar pra executar meus processos, justamente pq não tenho muito foco. O que me encanta é sala de aula, treinamento, a condução do processo todo, a parte estratégica do RH, indicadores… mas o resto… Comunicação e eventos não gosto, detesto, então por mais que eu tente, não consigo me focar e nem desenvolver bem e o pior, é que 70% das atividades é comunicação e eventos, então sempre tenho erros, sempre tenho falhas, e pra evitar isso eu perco muito tempo estudando tudo, pq eu me disperso, fico voando, quando vejo já deu o horário e eu não fiz nada… quase fui demitida por isso…

Nesse meio tempo tive 2 términos de namoro meio traumático, e um deles desencadeou 50% dos meus problemas no meu trabalho, o último não tivemos um “porque”, ele simplesmente acabou… e confesso que são emoções difíceis de controlar, visto que me esforcei pra amar o último pra que dessemos certo por ser um relacionamento a distância e ainda luto pra desligar algum fio ou botão que me liga emocionalmente a ele, mas já fico feliz por não esperar mais nada dele, mas mesmo assim, as emoções são muito intensas né? Porque no geral eu sempre me mantenho com os pés atrás por conhecer minha intensidade e dessa vez fugiu completamente do meu controle… e ainda o amo como no primeiro dia, mas embora seja isso, a página tá virada, pq paralelo a ele, tem oooutros problemas que mantem minha mente ligada e ultimamente tenho precisado de remédios pra dormir.

No geral, me sinto assim, incompetente, não engreno no amor, no trabalho, na vida pessoal, nos meus relacionamentos, me sinto parada no tempo… tenho vontades e idéias mas na hora de esmiuçar, minha cabeça não consegue parar pra organizar os “mínimos” detalhes que é o que faz a diferença, e agora vivo outro dilema, não consigo de jeito nenhum escrever minha tese de mestrado, to indo pro 2º módulo e nem sei o que escrever, to zerada de idéia, não me sinto criativa, e ainda to desconstruindo a imagem de “burra” que eu fiquei com os ultimos acontecimentos… pq por mais que eu a gnt saiba das coisas, e agora eu tenha um razão pra todos os acontecimentos, racionalmente eu sei que eu não sou, mas agora preciso tirar isso do meu coração.

Algumas pessoas não entendem quando abro a boca pra falar que eu tenho TDAH, levanto a bandeira pq pra mim foi a melhor notícia, pq eu encontrei a causa disso tudo, e eu não sou burra, nem incompetente, mesmo que eu me sinta assim… tem tratamento, já tenho ajuda, e aos poucos eu tô melhorando. Vou melhorar!!!

Obrigada ao grupo, tem me ajudado bastante 🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s