13 motivos para você aderir ao dia da conscientização do TDAH

1. O Brasil possui apenas dois princípios ativos disponíveis para tratamento do TDAH, enquanto muitos países possuem diversos medicamentos eficazes que hoje são negados aos Portadores brasileiros.

2. Muita gente não sabe que o TDAH existe. Outros chegam ao ponto de dizer que ele foi inventado.

3. Existem sites de psicologia que estão apoiando a ideia que o TDAH é uma mentira para vender ritalina e com isso propagam a desinformação, que nos combateremos com a informação.

4. A psicoterapia cognitivo-comportamental hoje é muito cara na maioria dos lugares e raramente está disponível no SUS.

5. Não temos acesso a uma educação especial que se atente aos nossos problemas e por isso é muito comum a tendência que tenhamos notas baixas ou alta dificuldade na escola.

6. Portadores de TDAH não possuem o direito ao acesso a vagas especiais no trabalho, tendo que ocultar sua condição e muitas vezes sendo demitidos por não conseguirem cumprir os deveres da forma que se esperaria de um neurotípico.

7. A negligência de pais e até de portadores com o uso de medicamentos vem crescendo. Pessoas que rejeitam usar medicamentos devido a mitos e superstições ligados ao uso de ritalina. Precisamos chamar a atenção do ministério da saúde sobre isso.

8. O acesso aos medicamentos pelo SUS é custoso e burocrático, deixando portadores à mercê da sorte e muitas vezes sem tratamento adequado.

9. Os próprios Portadores ainda não sabem muitos de seus sintomas, fazendo com que muita gente acredite que possuir TDAH seja apenas ter déficit de atenção e hiperatividade. Isso mostra que precisamos de mais preparo profissional de médicos psiquiatras, neurologistas, pedagogos e psicólogos.

10. Precisamos de mais mídia e debate nos canais de mídia sobre a síndrome.

11. O Brasil precisa fazer mais pesquisas científicas sobre o TDAH e elevar o país no status de pesquisas sobre o tema.

12. O TDAH é um transtorno sério e precisamos esclarecer para a sociedade que existimos e queremos respeito.

13. Devemos criar uma cultura de orgulho sobre os portadores e apoiadores, de que somos pessoas dignas e únicas, como todo ser humano, e que não há motivo para esconder um transtorno mental.

 

O texto e a imagem não são nossos, mas estamos em busca do autor(a) para fazer referência aqui. Se souber o autor(a), comenta aqui para mencionarmos!

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s